• Chegou a hora da verdade, golpistas

    No Blog da Cidadania

    Imagino que poucos tenham sido os que perderam tempo de sono assistindo à encenação barata levada a cabo no Senado da República na madrugada desta quinta-feira, 12 de maio de 2016. Este blogueiro não esteve entre esse bando de crédulos, por óbvio. Pouco importou o que disse este ou aquele senador. As cartas estavam marcadas.

    Não aconteceu nada de relevante no Plenário do Senado. Todos sabiam que nada havia a esperar. Nenhuma defesa de Dilma, por mais brilhante que fosse, mudaria o rumo das coisas. Nenhuma acusação que coonestasse o que lá ocorria veio nos salvar da confirmação de que a democracia estava sendo violentada com requintes de crueldade – pela capa torturante de “legalidade” (mal) estendida sobre o processo de impeachment de Dilma Vana Rousseff.

    O impeachment, pode-se dizer, ocorreu sob amplo constrangimento dos seus autores, dos seus executores e da assistência no entorno.

    Leia mais em Gestão Dória será investigada por cárcere privado de servidores


  • A Justiça de Moro – Cláudia Cruz, inocentada. Já Marisa Letícia, nem depois de morta.

    O Cafezinho

    Por Bojonas Teixeira Marisa Letícia, submetida ao estresse extremo, sofreu um AVC e morreu. Os médicos são unânimes em que o ambiente de pressão, de perseguição e linchamento foi causa decisiva para essa morte. Mas, mesmo assim, Sérgio Moro não a absolveu. Os advogados pediram a absolvição dela após a morte. Mas ele não aceitou. Apenas decretou a “extinção da punibilidade”. Ou seja, manteve um espinho cravado sobre a alma dela, mesmo depois de morta. Perseguindo-a, com as fúrias da lei, mesmo no outro mundo. Mas e Claudia Cruz? Cláudia, foi absolvida.

    Marisa Letícia nunca teve conta na Suíça, não fez gastos de US$ 526 mil no cartão de crédito, ou seja, mais de meio milhão de dólares, em compras suntuosas nas capitais do luxo. No entanto, apesar de Cláudia, como é conhecida na intimidade, gastar mais de meio milhão de dólares em futilidades, Moro viu nisso só inocência. Só vislumbrou boa fé. No caso de Maria Letícia, ao contrário, aceitou a denúncia ridícula que a acusa de lavagem de dinheiro por um triplex que ela nunca usou. Cláudia Cruz comprou, usou, consumiu, usufruiu, ostentou. Mas é inocente. Já no caso de Marisa, não comprou, não usou, não habitou – Mas havia elementos suficientes para que o juiz aceitasse a acusação.

    Leia mais em A Justiça de Moro – Cláudia Cruz, inocentada. Já Marisa Letícia, nem depois de morta


  • Doleiro preso por tráfico ajudaria Aécio na lavagem de propina, suspeita Lava Jato

    GNN Notícias

    Jornal GGN - No documento em que reforça o pedido de prisão contra Aécio Neves ao Supremo Tribunal Federal, o procurador-geral da República Rodrigo Janot revela que além da empresa da família Perrela, um doleiro condenado por tráfico internacional de diamentes é suspeito de ajudar o senador mineiro na lavagem da propina que ele teria recebido da JBS.

    Nas investigações sobre o caso, a Polícia Federal flagrou o assessor parlamentar de Zezé Perrela, Mendherson Souza Lima, conversando de maneira cifrada com o doleiro Gaby Amine Toufic Madi, condenado a 7 anos de prisão em 2016.

    Clique para continuar a ler.


  • Coloque seu e-mail para receber novidades e notificações do Blog.

    Junte-se a 792 outros seguidores

  • Recomendo leitura

Professor Luizinho nos ensina como ser linchado

Em meio a CPMI do Cachoeira, com bandidos sendo investigados, a velha mídia fica de olho no…

No PT, é claro! O compromisso da velha mídia não é com a democracia, com o Estado de Direito, mas com o seu grupo que vem ao longo dos anos dilacerando o Estado entregando-o a grupos estrangeiros em nome de um projeto de dominação absoluta. Seus “homens de frente” agem como aves de rapina e não há um só dia que não se fale mal do PT e especialmente do presidente Lula.

Lá na CPMI estava o deputado Cândido Vacarezza passando um SMS para o governador Cabral. Como a imprensa não estava lá para mostrar quem era bandido e quem não era, o SMS teve a maior repercursão na velha mídia e escondiam maquiavelicamente Demóstenes Torres, o bandido que eles nos mostravam como arauto da ética e da moralidade (como querem nos fazer acreditar agora com o ministro Joaquim Barbosa) e o governador de Goiás Marconi Pirilo do PSDB.

Agora, em meio ao julgamento da ação penal 470, já inculcada no conceito popular como mensalão do PT, condenam sem provas José Dirceu de José Genoino, como se presidentes de partidos não tivessem o DEVER de conversar com os presidentes de outras legendas para falar sobre um PROJETO DE GOVERNO. Os outros personagens já não interessam tanto a velha mídia quanto de Genoíno e Dirceu. Condenando os dois os objetivos da velha mídia já alcaçara êxito. Qualquer outra condenação de parlamentares da base aliada é “mais valia”, sendo do PT então…

E não é que o professor Luizinho corre pra dar entrevista!… E dar entrevista para quem?… ‘Divinha. Pra velha mídia que TODO SANTO DIA tem porrada no PT. E como a estratégia da velha mídia é a manipulação da informação, tascaram no título da matéria:

Só falta a vitória do PT para ‘lavar a alma’, diz absolvido

Ora, se eu do PT quando li fiquei “puto pra cacete”, imagina as mentes não politizadas! Colocada desta forma ela tem um efeito de indignação nas pessoas. Tudo bem que depois lendo a matéria a coisa não é tão traumática assim, mas a maioria das pessoas não lêem a matéria toda e tendem a não passar do sub-título e do lead da matéria.

E a matéria começa assim (da Folha on-line):

Absolvido pelo STF (Supremo Tribunal Federal) no processo do mensalão, o ex-deputado federal Professor Luizinho (PT), líder do governo Lula na Câmara na época do escândalo, estava com a mulher, Ana Lucia, quando recebeu a notícia do resultado do julgamento. Ana Lucia fez aniversário na quinta-feira.

“Toneladas saíram das nossas costas”, disse ontem à Folha. Dizendo-se “feliz, mas não totalmente”, em razão da condenação de petistas como José Dirceu e José Genoino, afirma que a vitória no segundo turno das eleições será a redenção.

“Para que minha alma possa ser lavada plenamente do ponto de vista pessoal, neste momento, é garantir os segundos turnos.” Ele mora em Santo André (SP) e é dono de uma consultoria. Leia os principais trechos da entrevista:

Olha, me parece que esses caras do PT gostam mesmo de viver sob linchamento. Penso que essa história de seus principais dirigentes terem sido vítimas de tortura e linchamento lhes causam invejas, ou é burrice mesmo!

Por que, sabendo dos objetivos dessa velha mídia, nossos parlamentares gostam de seus holofotes?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: