• Chegou a hora da verdade, golpistas

    No Blog da Cidadania

    Imagino que poucos tenham sido os que perderam tempo de sono assistindo à encenação barata levada a cabo no Senado da República na madrugada desta quinta-feira, 12 de maio de 2016. Este blogueiro não esteve entre esse bando de crédulos, por óbvio. Pouco importou o que disse este ou aquele senador. As cartas estavam marcadas.

    Não aconteceu nada de relevante no Plenário do Senado. Todos sabiam que nada havia a esperar. Nenhuma defesa de Dilma, por mais brilhante que fosse, mudaria o rumo das coisas. Nenhuma acusação que coonestasse o que lá ocorria veio nos salvar da confirmação de que a democracia estava sendo violentada com requintes de crueldade – pela capa torturante de “legalidade” (mal) estendida sobre o processo de impeachment de Dilma Vana Rousseff.

    O impeachment, pode-se dizer, ocorreu sob amplo constrangimento dos seus autores, dos seus executores e da assistência no entorno.

    Leia mais em Gestão Dória será investigada por cárcere privado de servidores


  • A Justiça de Moro – Cláudia Cruz, inocentada. Já Marisa Letícia, nem depois de morta.

    O Cafezinho

    Por Bojonas Teixeira Marisa Letícia, submetida ao estresse extremo, sofreu um AVC e morreu. Os médicos são unânimes em que o ambiente de pressão, de perseguição e linchamento foi causa decisiva para essa morte. Mas, mesmo assim, Sérgio Moro não a absolveu. Os advogados pediram a absolvição dela após a morte. Mas ele não aceitou. Apenas decretou a “extinção da punibilidade”. Ou seja, manteve um espinho cravado sobre a alma dela, mesmo depois de morta. Perseguindo-a, com as fúrias da lei, mesmo no outro mundo. Mas e Claudia Cruz? Cláudia, foi absolvida.

    Marisa Letícia nunca teve conta na Suíça, não fez gastos de US$ 526 mil no cartão de crédito, ou seja, mais de meio milhão de dólares, em compras suntuosas nas capitais do luxo. No entanto, apesar de Cláudia, como é conhecida na intimidade, gastar mais de meio milhão de dólares em futilidades, Moro viu nisso só inocência. Só vislumbrou boa fé. No caso de Maria Letícia, ao contrário, aceitou a denúncia ridícula que a acusa de lavagem de dinheiro por um triplex que ela nunca usou. Cláudia Cruz comprou, usou, consumiu, usufruiu, ostentou. Mas é inocente. Já no caso de Marisa, não comprou, não usou, não habitou – Mas havia elementos suficientes para que o juiz aceitasse a acusação.

    Leia mais em A Justiça de Moro – Cláudia Cruz, inocentada. Já Marisa Letícia, nem depois de morta


  • Doleiro preso por tráfico ajudaria Aécio na lavagem de propina, suspeita Lava Jato

    GNN Notícias

    Jornal GGN - No documento em que reforça o pedido de prisão contra Aécio Neves ao Supremo Tribunal Federal, o procurador-geral da República Rodrigo Janot revela que além da empresa da família Perrela, um doleiro condenado por tráfico internacional de diamentes é suspeito de ajudar o senador mineiro na lavagem da propina que ele teria recebido da JBS.

    Nas investigações sobre o caso, a Polícia Federal flagrou o assessor parlamentar de Zezé Perrela, Mendherson Souza Lima, conversando de maneira cifrada com o doleiro Gaby Amine Toufic Madi, condenado a 7 anos de prisão em 2016.

    Clique para continuar a ler.


  • Coloque seu e-mail para receber novidades e notificações do Blog.

    Junte-se a 797 outros seguidores

  • Recomendo leitura

Copa do Mundo Fifa. Contra por quê?

Eu vejo amigos e conhecidos reclamando da Copa do Mundo no Brasil com a mesma alegação que partiu do submundo que é a Rede Globo, revista Veja, Folha de São Paulo, Psol, PSDB, Estadão, Globo, revista Época e outras afins: o Brasil precisa investir em educação e em saúde.

O engraçado é que a maioria deles cobram do governo federal investimento na educação básica, que é de responsabilidade do governo municipal. Quando digo que o governo federal repassa verba para a merenda, para o uniforme e para o transporte, mas que a responsabilidade é do governo municipal dizem que isto não resolve o problema da educação. E como é que resolve então? Eles não sabem.

A mesma fonte que alega investimento em saúde também foram contra o Programa Mais Médico. Mas não é pra investir em saúde? E como faz isto se os médicos brasileiros preferem os centros e abandonam a população mais pobre da periferia? Falam da construção de Hospitais e contratação de mais médicos, mas não querem os estrangeiros. E vamos contratar quem? Quem já é médico e está trabalhando em hospitais privados e clínicas particulares? São estes que, ao serem contratados pelo poder público, só querem ir lá, bater o ponto, e voltar a clinicar para o particular. Afinal, para que medicar pobres em postos e hospitais públicos, não é mesmo?

Alegam também uso do dinheiro público em construção de Estádios de Futebol. De maneira socrática vamos perguntando: mas de quem é o Estádio? De onde saiu o dinheiro? Com quais condições o dinheiro foi EMPRESTADO ao clube para reformar, ampliar e modernizar os estádios? Eles não precisam devolver esse dinheiro? Daí, sem argumentos começam a baixar o nível onde ganham pela experiêrncia.

Ora, quando os governadores, os ministros, prefeitos e o presidente Lula foram ao sorteio da Fifa para saber quem ia sediar a Copa do Mundo no Brasil quase 90% queriam a realização dela aqui. Os contrários de hoje imaginavam que ao fim do mandato Lula o “homem da bolinha de papel” seria o presidente. Então se calaram; aceitaram cordeiramente a realização da Copa aqui. Mas Serra não foi eleito presidente, mas Dilma Rousseff, daí então passaram a ser contra. Caramba!!! É um absurdo atrair 200 mil turistas para o Brasil! É um absurdo modernizar, ampliar e reformar aeroportos! É um absurdo melhorar estradas e rodovias em função da Copa do Mundo! É um absurdo capacitar pessoas para receber turistas estrangeiros! É um absurdo gerar 650 mil empregos por conta da Copa do Mundo! Sim, porque ser contra a realização da Copa é ser contra tudo isto.

Recentemente Aécio Neves e Armínio Fraga revelaram que para o projeto neoliberal é preciso aumentar o desemprego (para facilitar o arrocho salarial e submeter trabalhadores ao domínio escravocrata dos patrões) e diminuir o salário mínimo. Não à toa, eles precisam que esse povo seja contra a Copa do Mundo.

Eu sou a favor. Esse argumento de que o dinheiro que entrar será objeto de corrupção é o risco que temos que correr, mas compreendo que investir 22 bilhões em mobilidade urbana, modernização dos transportes, melhorias dos estádios, capacitação de pessoas e geração de emprego e arrecadar mais de 140 bilhões com a realização da Copa justificam minha opção.

Eu sou a favor porque estamos recebendo 200 mil estrangeiros que trazem riquezas pecuniárias e culturais para o Brasil. Eu sou a favor porque os benefícios que estão sendo gerados permanecerão em nosso país e para as pessoas que aqui vivem. Eu sou a favor porque nossa autoestima se fortalece quando mostramos ao mundo que somos democráticos, convivemos bem com as diferenças apesar de algumas sherazades midiáticas, cada qual é livre para escolher sua religião apesar dos malafaias e felicianos. Tenho certeza que muitas nações grandemente desenvolvidas e ricas nos invejam. Podemos ser exemplo para o mundo e bastava uma ação apenas de cada um de nós: fazer as críticas para melhorar o que está sendo feito e sempre em favor do Brasil.

Eu só não entendo por que os contrários torcem contra o Brasil.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: